sábado, 17 de abril de 2010


Sinto falta do escuro quando preciso me enxergar
Me tirem da tomada, começou a trovejar
Às vezes é melhor chorar do que sorrir
Às vezes é melhor calar e ressentir.
Alguém passou aqui transbordando solidão
Secando minhas dores que escorrem pelo chão
Às vezes é melhor sorrir do que chorar
Se o quadro é em preto e branco, colorir é disfarçar
É tanta coisa nova que é melhor nem relembrar
Não relembrar, melhor assim.

(Melhor assim)

Sem comentários:

Enviar um comentário